29/04/2008

Raptos, planetas e outros recomeços

Sinto-me como se tivesse sido raptado por extraterrestres.
Um dia acordei e parece que fui atingido por uma amnésia que me impede de lembrar o que tinha acontecido antes dessa viagem.
Parecem ter sido implantadas memórias recentes e que só essas fazem sentido.
São coerentes, consistentes e solidamente presentes.
Neste novo mundo descobri que há vida inteligente noutros planetas de sentimentos perto do meu.
E sinto-me feliz por ter sido para eles raptado, pois parece que sempre cá vivi.

Para mais informações, consultar o vídeo "Nantes" do projecto musical Beirut (numa actuação
bastante original nas ruas de Paris!).

5 comentários:

Aequillibrium disse...

o importante, é que sejam memórias de felicidade.

big hug

;)

Catatau disse...

Estou a ver que encontraste uma dimensão paralela muito mais apelativa! :)
Para quem nunca tenha sido raptado, estes contactos do 3º grau podem ser motivo de curiosidade e até inveja. Quando te perguntarem se há mesmo extraterrestres capazes de nos transformarem, responde-lhes: "Há, mas estão verdes"! ;)

gaZpar disse...

Aequillibrium: Sim. Os ETs foram simpáticos e implantaram as memórias certas. ;-) abraço!

catatau: Pois... andam por aí muitos ETs verdes. Há que esperar para que eles cresçam um bocadinho e "caiam" de maduros.
Era tão mais fácil se houvesse um raio de amaduricemento mental não era...? ;-) abraço!

heartvibes disse...

O universo é tão grande! ... Quase que, mas nunca deixei de acreditar que há planetas que descrevem orbitas paralelas... nunca pensei foi encontrar um tão grande e cheio de vida!

gaZpar disse...

Grande, cheio de vida e... peludo? ;-)
Mas isso agora não interessa nada hehehe