14/07/2008

O céu, os anjos e as músicas: Sigur Rós

Morri e fui de novo para o céu. Mas o céu estava diferente. Talvez fossem os anjos, que estavam diferentes. Talvez as nuvens ou a quantidade de luz...

Não. Não! Era a música. Os anjos que a tocavam eram os mesmos mas a música estava diferente. As nuvens eram as mesmas e a luz também. Era a música que as envolvia que era diferente.


Fui de novo transportado ao céu e afinal apenas a carruagem mudou. Apenas a música mudou.


Mas não deixa de ser o mesmo céu.


Inspirado no novo álbum dos Sigur Rós, de seu nome "Með suð í eyrum við spilum endalaust" (santinho!). Aqui fica a música "Gobbledigook":


6 comentários:

pinguim disse...

Não é muito fácil, gostarmos do mesmo tipo de música, mas acontece...
Esta é um bom exemplo!
Abraço.

Catatau disse...

Estes fulanos já têm um lugarzinho no céu. :)

(Tratei de tudo com Pedro, o São)

Tongzhi disse...

Está o máximo este novo trabalho!!!

inixion disse...

É!...não deixa de ser o mesmo céu ;)

gaZpar disse...

pinguim: O que é bom, é para gostar. ;-)

Catatau: E para nós não arranjas uma cunha? hehehe

tongzhi e inixion: Bom... não nego que prefiro alguns dos anteriores mas não deixam de ser eles e o som deles. ;-)

The White Scratcher disse...

também preciso de céu,,,, ainda ha quartos para arrendar?