13/12/2005

Verbatim I: Mudar

Image hosted by Photobucket.com
Marquês de Pombal, 1930


Eu mudei.
Tu mudaste.
Ele mudou.
Nós mudámos e não voltaremos a ser os mesmos.
Nós aprendemos ou talvez não. Não sabemos. Apenas o desejamos.
Vós mudasteis mais do que eu pensaria. Tu não o esperavas e eu nem sabia o que esperar.
Mas eles... eles não mudaram. Ficaram presos ao passado e não evoluiram.
Eu? Eu mudei. E tu também.
Ficaremos à espero do próximo verbo que se torne passado.

6 comentários:

Tongzhi disse...

Todo o Mundo é composto de mudança :)

inixion disse...

poixxx e a mudança está em "todóladu" :)

gaZpar disse...

Tong Zhi: Essa é do José Mario Branco certo? ;)
Ah pois está sr. inixion. E eu estou quase a mudar-me para esse país outra vez (temporariamente...). ;)

Kraak/Peixinho disse...

Só os conformados e os comodistas não gostam de mudar. Ainda bem que mudaste. Mudar por opção significa evolução. O passado fica bem nos museus.

Hugzz modernos

Lampejo disse...

Tudo muda, nem sempre sabemos para onde, quando e as vezes o porque...

gaZpar disse...

Pois eu mudei-me voluntariamente para aqui. ;) mas é uma mudança temporária!