01/04/2006

Agora que posso voar/Butterfly Caught - Massive Attack

Agora que posso voar, sinto-me aprisionado pelas circunstâncias, pelas inconstâncias da vida.

Já não sou crisálida. Saí do meu casulo e voei.

Mas sonhei a liberdade apenas para perceber que estava preso pela vida, pelo o que ela quer para mim, sem nada perguntar.

“Cuidado com o muro, lembra-te do vento, foge da rede! Podes ser livre e voar, mas... não te aproximes da luz porque ela pode queimar. Não queiras voar alto para não mais voltar. Não queiras ser diferente porque as tuas asas são iguais às de toda a gente. Não voes para longe pois o caminho de volta podes não encontrar.”

Sim, mas agora é tarde! A crisálida tornou-se mariposa e agora só quer voar, voar... veremos onde isto vai dar.

Massive Attack - Butterfly Caught



Massive Attack - The best of Massive Attack

Já à venda!

5 comentários:

inixion disse...

ui....

gaZpar disse...

ca bom!

Mikael disse...

Primeiro de tudo deixa-me dizer que adoro Massive Attack e esta é uma das minhas músicas preferidas. Depois deixo-te a minha opinião, não vás contra os teus desejos. se o que queres é voar, fá-lo, aproveita enquanto podes, porque as borboletas duram pouco tempo.

Kraak/Peixinho disse...

Priminho, c'mone :) Comento o post ou os Massive Attack? Tss tss! *teasing you*, LOLL.

Flying Hugzz

gaZpar disse...

Mikael: também uma das minhas músicas preferidas. e o vídeo então é excelente. ;)sei que a longevidade das borboletas é curta, por isso quero aproveitar para voar o mais que puder... sem queimar as asas! obrigado!

Kraak: comenta as waffles belgas! ah... já o fizeste! eh eh
hugz gulosos