06/11/2006

A ciencia do sono

Sou feliz enquanto durmo.
Tenho poderes. Posso voar. Amar sem me preocupar.
Tenho a responsabilidade de ser irresponsável, de criar, imaginar, sonhar.
Posso ser eu, tu ou ele ou dividir-me em nós, vós ou eles.
Posso ser rei, raíz, remoínho, rubi, rato e de novo rapidamente retransformado ou revertido ao estado original (banal).
Os objectos sao energia criativa e os sentimentos parecem tao mais simples.
Nós somos espíritos libertos de encarnamentos.
Os problemas resolvem-se enquanto sonhamos, relaxamos. E depois...? Depois acordamos...
E o coraçao é apertado, estrangulado, pressionado pela realidade.
E sonhamos pelo momento em que voltaremos a sonhar.

"The Science of Sleep" de Michel Gondry
Porque criticar alguém que vive sonhando se a realidade torna tudo mais dificil?
Ou como diz o promo do filme: "Close your eyes. Open your heart."
Nao é um filme fácil. A realidade também nao o é...
Mas de certo transporta-nos para uma outra dimensao que nos faz questionar a demasiada importancia que damos aos bens materiais quando o que importa... sao os sonhos vividos através de sentimentos.
Faz lembrar um pouco "O Fabuloso Destino de Amelie" mas na sua versao mais triste e sonhadora.
Nao se sai mais feliz do filme, mas de certeza sai-se mais maduro.
Um filme bastante bom.
Vi e aconselho. A nao perder!

Mais informaçoes e videos aqui: http://wip.warnerbros.com/scienceofsleep/

Photobucket - Video and Image Hosting

Photobucket - Video and Image Hosting

5 comentários:

Tongzhi disse...

O pior do sonho é o despertar.
Mais um filme para eu ver.
Thks pela sugestão!

Viva "el sombrero"

he he he

Lampejo disse...

As vezes a vida é um pesadelo, é o sonho torna-se como um oásis.
Abraço.

gaZpar disse...

tongzhi: pois. De facto é o pior.
Já vi que andas muito "filmeiro". Este vale a pena veres. ;)

lampejo: de facto tudo se torna mais fácil nesse oásis. abraços

gonn1000 disse...

Está quase a chegar, a expectativa é grande por estes lados :)

gaZpar disse...

Tenho pena que em Portugal nao estreie ao mesmo tempo que noutros países... :( Enfim...
abraço!