19/07/2005

Quando for grande quero ser uma petição

A moda das petições está aí para ficar. Ele é o Ballet Gulbenkian, a senhora apedrejada de um país no médio oriente, o menino azul, verde ou amarelo, Canas de Senhorim a concelho ou a árvore Petimunoxulassa Ipetiçum na Patagónia.
Mas não estaremos contra as coisas erradas?

Aqui ficam algumas ideias para petições:

- Contra a retirada dos pratos quando estamos numa mesa no restaurante e ainda não acabámos de comer (uns dos problemas sociais mais graves que existem).
- Contra os cantos dos edifícios que se tornam mijatório público (porque não torná-los redondos? Talvez resolvesse...).
- Contra pseudo-retro-pseudo-fashion- pseudo-intelectuais-pseudo-totalmente arrogantes (um pseudo tratamento de psicoterapia talvez se revelasse interessante).
- Contra mim (ora aí está a melhor petição!).
- Contra aqueles que dizem “Isto está tudo mal. Antigamente é que era bom.” (bom seria se houvesse uma máquina do tempo que os levasse até ao tempo pré-histórico. Quem sabe depois de serem comidos por um T-Rex a sua vida ficasse melhor).
- Contra deitar fora a árvore de Natal depois deste (o Natal não é todos os dias? Porque não podemos ter uma árvore de Natal todo o ano? Alguém me acompanha nesta ideia?).
- Contra DJs que só sabem pôr música étnica/reggae/bad 80s a noite toda (a não ser que a noite toda dure 15min... os tais da fama).
- Contra os que escrevem em blogs inutilidades desinteressantes (hmmm... talvez deva rever esta petição... acho que teria de terminar este blog), em vez de inutilidades interessantes (ou talvez não deva rever... se as inutilidades forem boas).
- Contra os que são sempre do contra (esta sou totalmente a favor!).
- Contra a existência de petições!

www.petitiononline.com

2 comentários:

inixion disse...

aîe aîe...zz..zsss...tsk tsk tsk.....aarr....Pois!

hugi :)

Urso disse...

Onde é que se assina? ;)