06/09/2005

In love with an album I: Sigur Rós - Takk

Ele faz-me sentir bem. Com ele experimento emoções, contradições de sentimentos, momentos... eu chamaria de alentos.

Não preciso dormir... só voar, cantar, dançar... sem pensar. Subo cada vez mais alto. Um acorde, dois acordes. Uma melodia e estou no céu. Não sabia que era assim tão simples.

Não preciso de avião, de nada artificial. Vôo sem asas, mais alto, mais alto, mais alto... estão a ouvir-me? Estou a gritar aqui do alto!!! Olááá. Mais alto. Uma nuvem, outra nuvem. Quero aquela estrela para mim. Vou esticar a mão, porque sinto que posso alcançá-la. Passei por ela. Disse-lhe olá. Quero um planeta. Aquele ali, mais à frente, rodeado por 2 sóis e uma estrela anã azul. Guardo-a para mim. Brinco com ela. Vejo o fim do universo. Está já ali... tão perto. É feito de seda negra, macia, perfeita, pura. Passo o fim e vejo-me no início.

Volto para trás, despindo a seda. Deixo a anã azul perto das irmãs douradas e digo adeus ao planeta. Adeus estrela, adeus nuvem... estou a chegar. Ouço o meu olá enquanto desço. Mais baixo, mais baixo, mais baixo. A melodia está cada vez mais baixa e sinto-me a adormecer. Começo a sentir calma, paz... relaxo. Volto para ele, no mesmo sítio onde estava quando o deixei.

Estava aqui... no meu computador... a rodar para mim. Nunca pensei ser possível... mas apaixonei-me por este álbum.

Vou agora dormir. Amanhã vou deixá-lo tocar e viajarei de novo. Esquecerei tudo o resto e por momentos, por breves momentos... estarei em paz.

Image hosted by Photobucket.com
Sigur Rós - Takk - À venda no dia 12 de Setembro!

Não deixa de ganhar um significado especial um álbum que me faz viajar... e que sai no dia da minha primeira viagem de afastamento temporário deste país...
E que me faz lembrar que não poderei ver o concerto em Lisboa...

E que me faz lembrar uma pessoa muito especial para mim... e que adoro.

E como na viagem de sonho... também voltarei um dia e ouvirei o CD por cá.

Vou e volto... no tempo de um albúm!

9 comentários:

av disse...

"Crido",
este ainda não ouvi, mas fui ao concerto que suas excelências deram no coliseu há três anos e digo-te que partilho do mesmo sentimento. Gosto muito deles e gostei muito da tua descrição.

gaZpar disse...

Obrigado "crida". :) Tenho pena de não ver o concerto em Lisboa, mas quem sabe em Inglaterra... ;) bejo

gaZpar disse...

Importa acrescentar que o que disse do álbum não significa que ele seja muito bom (porque a banda já fez melhor...) mas que, apesar de recente, acabou por ter um significado especial e inesperado para mim por várias razões.

av disse...

Okidoki.
Compreendido. Mas explica lá essa tua ausência. Vais-te ausentar para Londres, é?

gaZpar disse...

Vou estudar durante uns meses em Plymouth (costa sudoeste). ;)

av disse...

Fixe!
Também quero...

Spaceboy disse...

Já falei deles no meu blog (www.big-black-boat.blogspot.com) e é um disco lindo...espero ir vê-los ao Coliseu, já que nunca tive opurtunidade de ir a um concerto deles.

Kraak/Peixinho disse...

Anda tudo a dar ao salto para o Reino Unido, humpf! Muito gostam de ir estudar para o British Kingdom, LOLLL.

Pois, Sigur Rós :D! 'Tavas bem inspirado, Gazpar! Ena ena! Isso é que são emoções!! Muito bem. Pelos vistos, o álbum também te tocou. Pois... por estas bandas naum pára de andar em modo repeat.

Brit-Icelandic Hugzzz

gaZpar disse...

Tocou... por várias razões. :) Um salto necessário. Mas volto, tipo boomerang!
Obrigado gaiju. :D