01/09/2005

A alma em estados

Image hosted by Photobucket.com


Sou perseguido pela depressão. Ela está obcecada por mim. Quer tornar-me sua. Mas eu não quero.

Estou casado com o stresse e sou irmão da ansiedade. A minha amiga fobia faz-me ter medo dela. E fico neuroticamente histérico só de pensar nela.

O meu corpo contorce-se no escuro, temendo a sua visita. Dói-me a barriga, com o arranhar das entranhas, em ebulição com a expectativa. Os suores frios dizem olá às insónias, que dormem sobre os olhos vermelhos vendo os segundos transmutados em minutos, em horas de impaciência.

Não tenho visto o pânico ultimamente, mas estou obsessivamente preocupado com o isolamento auto-imposto pelos estados maníacos de hiper-actividade. Poderá tornar-se imposto por outros, se o cansaço lhes chegar a atingir e a paciência lhes fugir.

Gostava de ser autista e viver no meu mundo, mas havendo outros autistas neste mundo, ele deixa de ser meu e nós de ser autistas.

Procuro ter vários pensamentos para evitar um pensamento recorrente, mas aí fico exausto, pois a memória de um pensamento já se tornou mais forte que os que com ele competem. Vitória de um pensamento, perdida por mim.

Fadiga, apatia, desânimo, mal-estar... parasitas que acompanham a depressão e se alimentam com ela. Querem levar-me o meu irmão mais novo: o optimismo.
Aquisição mais recente da família, mas também o mais fraco, imaturo e sensível. Tenho de lhe dar constantemente comida, pois não o sabe fazer sozinho.
Um dia será forte e se tornará polícia. Guardador de pensamentos. Zelará por mim.
Prenderá a depressão na masmorra mais funda e inacessível da minha memória.
Ocasionalmente poderá ser visitada pela amiga solidão. Mas apenas para lembrar que por ela existir, a alegria pode nascer, crescer e quem sabe um dia perseguir-me. Ficar por mim obcecada e eu tornar-me parte de si.

7 comentários:

inixion disse...

dont let it get to ´ya ;) heheheh, foge dela ;) hehehe...run "bébé" ruunnn....:)

adorei o "A minha amiga fobia faz-me ter medo dela. E fico neuroticamente histérico só de pensar nela." hehehe entre outras frases

mas Hang on to the last paragraph ok ;) tá optimo :)

deixa a "bebe" (a.k.a - irmão mais novo; a.k.a -optimismo) surgir naturalmente :)

abraço

ubik disse...

Ficarias mais contente se te dissesse que nasceste entre merda e mijo?
Só pode ficar melhor depois disso.

Lampejo disse...

Gazpar, que turbilhão de sentimentos.
Por vezes os mais novos (aos que tu chamas aquisição mais recente da família), pelo facto de ser mais fracos, imaturos e sensíveis, não deixam de por isso, nos ensinar muita coisa...
A vida é uma aprendizagem...

gaZpar disse...

Pois... mas é do turbilhão do caos que surge a ordem. ;) Costumo considerar-me um realista, com tendências optimistas. E vivo aprendendo!
Obrigado pelos comentários! :)

adamantium disse...

Aguenta, jovem. Contraria esse estado de espirito... esperneia e faz trinta por uma linha.
Bah, que se dane o optismo... esse puto prega grande partidas.
Agarra-te aos amigos que tens e às coisas que mais curtes fazer. Espairece, refresca as ideias e apanha umas "cadelas" com os amigos de vez em quando (mas nada de exageros)
Vive.

gaZpar disse...

Claro e elucidativo como sempre. eh eh gracias ;)

av disse...

Um post verdadeiramente digno dos meus dias mais melancólicos...