02/09/2005

Minha amiga barata

Image hosted by Photobucket.com

Vivo com uma barata. É a minha companheira mais fiel. Para onde quer que eu vá, sei que quando volto ela estará lá para me receber de asas abertas...

Ainda temos alguma dificuldade na interacção, é verdade... Ela foge de mim quando me vê. Não percebo porquê, já que não tenho qualquer tipo de fúria sapatal para com ela...

Quero torná-la minha amiga!

Podia preparar-lhe um suculento repasto de bolas de cotão (o que não falta por aqui), mas receio que viessem outras roubar-lhe isso...

Não é a primeira barata com que eu tenho uma relação e ela de algum modo deve saber isso. Existiu uma antes na minha vida, mais velha, madura... mas as coisas não correram bem. Dois egos demasiado grandes para a mesma casa. Ambos nos achávamos donos e senhores do mesmo espaço. Mas eu varri-a literalmente da minha existência. A última vez que a vi, desapareceu por debaixo da porta do prédio... rumo a ruas nunca dantes palmilhadas. Quem sabe outra pessoa a acolha.

Mas isso faz parte do passado. Esta barata é jovem, insegura e não sabe para onde vai. Tem os cantos escuros e buracos como amigos. Cabe a mim mostrar-lhe que não há que ter medo.Não lhe farei mal.

E mesmo não a vendo, sei que ela está aqui, ao pé de mim. Faz-me companhia.

Agora, se fosse uma MELGA...

9 comentários:

Preciouzzz disse...

A minha Mia ia adorar ter uma barata lá em casa para brincar... imagino... os saltos que iria dar!

beijos, muitos

gaZpar disse...

Pode ser que apareça a outra que saiu pela minha porta. De certeza que ela gostaria. eh eh. besos

Tongzhi disse...

Achei piada ao texto...
Mas DETESTO baratas!!!!

Lampejo disse...

Apesar de não gostar nada de baratas, li o pots.Talvez eu esteja confundido, quem sabe, nas pareceu-me que também o autor esteja, pois há certas passagens do pots, que me levam a crer que a barata, seja apenas um nome, para algum sentimento de amor recalcado, perdido. Não seria afinal a barata um outro ser qualquer...

ubik disse...

ahem...

http://wow.allakhazam.com/item.html?witem=10393

gaZpar disse...

Pelourso: quando escrevi isto não tinha qualquer objectivo em mente. Apenas estava a descrever o facto de realmente ter uma barata em casa. Mas depois de acabar percebi que o texto pode ser visto com outros olhos. Digamos que provavelmente o texto foi contaminado pelo meu inconsciente...
Mas não é necessáriamente autobiográfico... ou é. Não sei. ;)
Hugz

Zoick disse...

Que posta! Adorei...
Eu não tenho baratas nem melgas, mas tenho borboletas. Será que elas percebem alguma coisa?! ;)

av disse...

"Crido",
também tenho dessas "amigas" ou "amigos" (não lhes consigo identificar o sexo) mas eu não sou tão amigável. Assim que as vejo, pé para que te quero. Não que me façam grande confusão, mas não gosto de partilhar a casa com elas...

Zoick disse...

Falas da barata X ou das outras baratas, AV? ;)